Deep Blue

Texto dos 34

Deixe um comentário

Eu nasci ontem, dia 24 de Junho. E todo ano, tento renascer. Duas vezes.

Minha vida é música. Sendo assim, o Bono Vox gritou no meu cérebro hoje de manhã, a caminho do trabalho. O mais engraçado é não o fato de estar ouvindo U2 no momento em que isso ocorreu. Eu nem tenho a música em questão no meu celular. Aliás, eu não estava ouvindo música nenhuma quando o Bono gritou. Talvez, se eu não tivesse perdido dez minutos da minha manhã procurando meus fones de ouvido (que eu havia esquecido no trabalho), eu não teria prestado atenção que o vocalista irlandês estava só me avisando o fato que eu já conhecia bem: “You’ve got stuck in a moment and you can’t get out of it.” Em partes, Bono. Vou concordar em partes, Ok? É verdade, estou presa aqui, mas quem disse que eu não posso sair?

House acabou. House, o Gregory, sabe? E eu vou ser sincera, eu morri de inveja dele e do Wilson no final. House fingiu que morreu, subiu numa motoca e fugiu. Nossa, que vontade! Fingir que morri (menos pro meu filho, ele sempre saberia a verdade) e sumir por uns tempos, mas sem o Wilson, talvez sozinha. Esquecer um pouco das coisas que me magoam, aproveitar a vida e sentir o vento contra o rosto numa estrada desconhecida. Uma vez eu fugi sozinha. Não com a minha Harley Davidson, claro, achei melhor deixá-la na garagem. Fui de Celta mesmo. Fugi para a casa da minha amiga, numa cidade de 15.000 habitantes, acho. Mas engana-se você que pensa que fugi de mim mesma. Pra falar a verdade, lá eu encontrei comigo, assim, dei de cara, não deu nem pra disfarçar. Minha amiga sabe bem disso.

Cadê a força para acreditar que esse momento no qual me encontro stuck, é passageiro? Hoje um amigo me pediu paciência. Eu estou cansada de ter paciência. Ou talvez, eu nunca tive paciência. Estou ali, de braços cruzados, olhando no relógio, sentada num murinho, balançando as pernas impacientemente. Vai ver que é isso.

Move, darling. Salte do murinho, bata a poeira das mãos e diga para você mesma: “Vem comigo. Depois te explico.”

Anúncios

Autor: R.

Buscando viver melhor comigo mesma e com o mundo que me cerca. Procurando compreender qual é a melhor forma de viver, praticando o desapego, tornando o espírito leve e perseguindo a felicidade através da GRATIDÃO, nos dias ensolarados e nos dias cinzentos - meu desafio para a vida. Sempre gostei de escrever. Desde 2002, tive diversos blogs criados e deletados, mas como Fênix ressurge das cinzas, espero que cada novo blog seja definitivo. Esse é um blog sobre tudo que faz parte do meu Universo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s